Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Autoavaliação
Início do conteúdo da página

Autoavaliação

Acessos: 142

Autoavaliação

Conforme estabelece o documento produzido pelo grupo de trabalho para  Autoavaliação de Programas de Pós-Graduação algumas fases devem ser atendidas no ciclo de autoavaliação.

Na etapa de Preparação (1) foi realizada a constituição da equipe de autoavaliação do MPIE. Essa equipe é responsável pela coordenação do processo de autoavaliação do MPIE, ela é composta por 6 docentes, entre eles a coordenadora do curso, alunos representantes das turmas e um técnico administrativo pertencente à secretaria de pós-graduação.

O Planejamento (definição dos aspectos “políticos da autoavaliação”) começou a ser realizado em 2019 e alguns pontos podem ser destacados abaixo:

  • Definição dos princípios da autoavaliação adotados pelo Programa: a autoavaliação do programa pauta-se por avaliar o funcionamento, a estrutura e o planejamento do Programa levando em consideração os objetivos do curso, seu PPP (Projeto Político Pedagógico), a política de pós-graduação e o PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional) do IFRS.
  • Definição dos aspectos a serem avaliados para representar a qualidade do Programa: para o primeiro teste de autoavaliação (ano de 2020) foram definidas quatro dimensões a serem avaliadas - Programa, Discentes, Docentes e Egressos. Sendo que essas dimensões serão avaliadas considerando-se os quesitos previstos na ficha de avaliação da CAPES para a área Interdisciplinar. 
  • Definição das abordagens de avaliação: as abordagens delimitadas concentram-se em 4 grupos de atores: programa, aluno, egresso e docente. Essas abordagens serão descritas nos instrumentos de avaliação que estão sendo elaborados por uma comissão específica.
  • Definição dos critérios de avaliação e a escala a ser adotada: os critérios a serem avaliados levam em consideração os itens previstos na Ficha de Avaliação da CAPES. Para a avaliação pensou-se inicialmente em utilizar a escala Likert de 5 pontos que contém os seguintes níveis: discordo totalmente, discordo parcialmente, não concordo nem discordo, concordo parcialmente, concordo totalmente. Sendo que também estão sendo organizadas perguntas de resposta aberta, permitindo assim a livre expressão na autoavaliação do programa.
  • Definição dos usos dos resultados: todas as decisões decorrentes dos resultados obtidos com a autoavaliação serão analisadas pelo colegiado do curso, pelo colegiado em conjunto com a direção geral do campus (quando necessário) e pelo colegiado com a Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do IFRS (Proppi), quando for o caso. A implementação das decisões será acompanhada pela Comissão de Avaliação e será avaliada no Seminário de Autoavaliação do curso, o qual terá periodicidade semestral.
  • Definição da periodicidade da coleta dos dados: os dados serão coletados anualmente, após o ingresso de novas turmas, provavelmente no mês de novembro. 
  • Elaboração de projeto de autoavaliação: o projeto de autoavaliação está em desenvolvimento.

Com relação a etapa de Implementação (2) ela será monitorada pela Comissão de Autoavaliação do Programa e acompanhada no Seminário de Autoavaliação do curso (periodicidade semestral).

A etapa de Divulgação dos resultados (3) será realizada para os docentes, discentes, Direção Geral do Campus e Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do IFRS, através de gráficos e com linguagem clara. Os documentos também serão publicizados no site do Programa, com o objetivo de ampliar o acesso aos resultados obtidos. Visando atender os alunos portadores de deficiência, em especial os de baixa visão ou cegos, meios acessíveis de publicação dos resultados serão estudados. Os resultados serão publicados em formato digital, digital acessível, impresso e, se for necessário, em braile.

A etapa que prevê o Uso dos resultados (4) será conduzida de modo que se os resultados apontarem fragilidades nos processos do programa, medidas sejam tomadas para fortalecer as ações do programa e contribuir para a formação dos discentes e a apropriação científica do conhecimento.

Por fim, a etapa de Meta-avaliação (5) será realizada durante o segundo Seminário de Autoavaliação do Programa. A sistematização e operacionalização dessa etapa está em andamento, pois alguns pontos ainda estão sendo discutidos pela Comissão de Autoavaliação do Programa.

Fim do conteúdo da página