Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Todas as notícias > Notícias Principais > IFRS integra rede que vai estimular criatividade, inovação e empreendedorismo nas escolas estaduais
Início do conteúdo da página

IFRS integra rede que vai estimular criatividade, inovação e empreendedorismo nas escolas estaduais

Publicado: Quarta, 06 de Novembro de 2019, 14h13 | Última atualização em Segunda, 11 de Novembro de 2019, 12h42 | Acessos: 660

Para estimular a inovação, a criatividade e o empreendedorismo em jovens estudantes de escolas estaduais do Rio Grande do Sul, o governo do Estado articulou uma parceria entre instituições de ensino superior públicas e privadas. O Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) faz parte dessa união de forças, que resultará no desenvolvimento do programa Jovem RS Conectado no Futuro.

A iniciativa prevê a criação de um sistema de acompanhamento de projetos desenvolvidos em escolas estaduais, os quais se caracterizam como inovadores, empreendedores ou criativos.  Dessa forma, pretende-se valorizar, apoiar e dar visibilidade para o protagonismo dos estudantes. A partir das ações desenvolvidas nas escolas, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) concederá selos para a instituição, classificando-a em escola inovadora, escola empreendedora e/ou escola criativa. Os títulos farão parte do currículo do aluno, contribuindo para a sua inserção no mundo do trabalho.

Uma das atribuições do IFRS será apoiar e certificar os projetos criativos, que podem ser sociais, esportivos, artísticos e culturais. Além disso, serão identificados espaços nos campi do IFRS que podem auxiliar os projetos e saberes de professores e técnicos dispostos a participar.

O contato com o programa Jovem RS Conectado no Futuro deu-se por meio da parceria, existente desde 2016, entre a Seduc/RS e o programa de extensão Poalab, do Campus Porto Alegre, o qual sedia o Núcleo Porto Alegre da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa. Inicialmente, o coordenador do Poalab, André Peres, representa o IFRS na inciativa, para a consolidação do programa. No entanto, segundo ele, todo o IFRS será envolvido quando as ações estiverem em estágio mais avançado.

O programa envolverá as 2.467 escolas estaduais, atingindo quase 900 mil alunos matriculados. Além do IFRS e de secretariais estaduais, são parceiros: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Universidade Federal de Pelotas (Ufpel), Universidade de Passo Fundo (UPF), Imed, Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí) e Universidade Luterana do Brasil (Ulbra).

(Com informações do Portal do IFRS)

Fim do conteúdo da página